Pages Menu
Categories Menu

Publicado por - 21/02/2013

Pré-História

 
 O ser humano sempre procurou representar, por meio de imagens, a realidade em que vive – pessoas, animais, objetos e elementos da natureza, etc.- e os seres que imagina – divindades, por exemplo.
As artes visuais – desenho, pintura, grafite, escultura, etc.- a literatura, a música, a dança e o teatro são formas de expressão que constituem a arte.Vamos conhecer a evolução das artes visuais através dos tempos e verá que a expressão artística não está isolada das demais atividades humanas ela está profundamente integrada à cultura dos povos.
As primeiras expressões artísticas
 
            As mais antigas figuras feitas pelo ser humano foram desenhadas em paredes de rocha, sobretudo em cavernas. Esse tipo de arte é chamada de RUPESTRE, do latim rupes, rocha. Já foram encontradas imagens rupestres em muitos locais, mas as mais estudadas são as das cavernas de Lascaux e Chauvet, França de Altamira, Espanha, de Tassili, na região do Saara, África, e as do município de São Raimundo Nonato, no Piauí, Brasil.
            Dentre as pinturas rupestres destacam-se as chamadas mãos em negativo e os desenhos e pinturas de animais. As mãos em negativo são um dos primeiros registros deixados pelos nossos ancestrais que viveram por volta de 30 mil anos atrás, no período da Pré-história chamado de Paleolítico. Elas impressionam e despertam curiosidades, mas os pesquisadores já revelaram muitos detalhes sobre a técnica usada para criá-las.
            Nossos desenhos e pinturas de animais, chama nossa atenção o NATURALISMO: o artista pintava o animal do modo como o via, reproduzindo a natureza tal qual seus olhos a captavam. Observando essas pinturas, nota-se a presença de animais de grande porte:  alguns talvez terminados, mas que eram caçados pelo ser humano como os bisões; outros que provavelmente não representavam ameaça alguma, como renas e cavalos.
O ser humano retrata a si mesmo
 
            No último período da Pré-História, o Neolítico, iniciou-se o desenvolvimento da agricultura e a domesticação de animais. Os grupos humanos, que tinham vida nômade, isto é, sem habitação fixa, não precisavam mais mudar-se constantemente em busca de alimento e puderam se fixar.
            Essa mudança para uma vida mais estável foi decisiva para originar as sociedades atuais e também teve reflexos na expressão artística: o artista neolítico passou a retratar a figura humana em suas atividades cotidianas.
            O ser humano do Neolítico desenvolveu técnicas como a tecelagem, a cerâmica e a construção de moradias. Além disso, como já produzia fogo, começou a trabalhar na fundição de metais. Assim, suas atividades começaram a se modificar – e as pinturas rupestres registraram essas transformações.
A arte da escultura e da cerâmica
            Os artistas pré-históricos faziam também esculturas, em pedra e metal, que mostram seu empenho na criação de objetos e na representação da figura humana. Há esculturas em bronze nas quais já é possível observar não só a postura elegante da figura humana como também detalhes do rosto e das vestes. Uma das primeiras representações humanas em escultura é a figura de mulher “Vênus de Willendorf”.
A arte na Pré-História brasileira
Ao pensarmos no inicio da história do Brasil, em geral nos vem à mente o ano de 1.500, ano da chegada dos portugueses. Mas o território a que hoje chamamos Brasil já era habitado por povos indígenas havia milhares de anos. Sabemos deles por meio de vestígios arqueológicos: fragmentos de ossos e de objetos, desenhos e pinturas gravados em rochas.
 Entre desenhos e pinturas rupestres encontrados no Brasil, destacam-se os do sítio arqueológico localizado em São Raimundo Nonato, Piauí, onde desde 1.970 vários pesquisadores vêm trabalhando. Em 1.978, foi coletada no local grande quantidade de vestígios arqueológicos. Segundo as pesquisas, os primeiros habitantes da região usavam as grutas como abrigo ocasional e foram os autores das obras ali pintadas e gravadas.
 São Raimundo Nonato não é, porém, o único local no Brasil onde se encontram exemplos de arte rupestre. Há importantes sítios arqueológicos, por exemplo, em Pedra Pintada no Pará, e em Peruaçu e Lagoa Santa, em Minas Gerais.
 As pesquisas sobre antigas culturas que existiram no Brasil nos permitem ver que nossa história está ligada a história do mundo. Além disso, reforçam o conhecimento de que nossas raízes sem encontram num tempo muito mais remoto do que o ano de 1.500, tido como ano que deu início à “História do Brasil”.
Pinturas rupestres no Brasil
 
 Pesquisadores classificaram a arte rupestre no Brasil de dois grandes grupos: obras com motivos naturalistas e obras com motivos geométricos. No grupo dos motivos naturalistas predominam representações de figuras humanas, isoladas ou em grupo, em cenas de caças, guerra e trabalhos coletivos. Há também figuras de animais: em geral onças, veados, pássaros diversos, peixes e insetos. As figuras com motivos geométricos são muito variadas: linhas paralelas: pontos agrupados; círculos, às vezes concêntricos; cruzes; espirais e triângulos.
 

Deixe uma resposta