Pages Menu
Categories Menu

Publicado por - 28/08/2013

Curso Online grátis – Relacionamentos

images (1)

Relacionamentos – Lição 05  

 É possível ser feliz.

 

Felicidade 

Ser feliz dá trabalho. Há quem diga que não. Acreditam nas fórmulas mágicas que esta na literatura contemporânea que oferece uma série de felicidades, que segundo aqueles que a produzem, podem ser conquistadas com a aplicação das receitas por eles oferecidas. Sejam elas quais forem.

Mas a vida acontece, no novo ano, nas novas possibilidades como aquele novelo de lá que  vai se desenrolando. Viver consiste em deixar o novelo se desprender das mãos. No gesto de deixá-lo cair, permanecem as duas perspectivas:  O cuidado de segurar a ponta para que não se perca das mãos e a liberdade para que se desenrole de acordo com o movimento. Nisto está a beleza: a previsão responsável e o espaço para a surpresa.

 

 Felicidade também é uma forma de planejamento.

 

Arquitetamos os sonhos, somamos os recursos, projetamos as iniciativas, marcamos datas, sacrificamos alguns exageros, reduzimos os supérfluos, construímos esperanças.

Mas é também surpresa.

Um bilhete na geladeira, um encontro inesperado, uma declaração de amor, um telefonema de quem andava sumido,um bolo de fubá escondido no forno e um recadinho da mãe colado na porta: “fiz pra você!”

Tudo vai despertando sorrisos, vontade de viver, de cantar aquela música, de dizer que ama, que ama, que ama.

Planejar é bom. Ruim é não deixar espaço para a criatividade da hora.

É previsível só o que o bom senso já nos anuncia como verdade.

Felicidades mentirosas. Falas decoradas de quem não têm coragem de dizer que falhou, que não deu certo, que escolheu o caminho errado e que não soube voltar atrás.

Coisa de gente que insiste em viver os dias só para vê-los passar.

Felicidades que enganam. Gente que jura amor eterno já sabendo que não poderá ficar.
Por outro lado, há um jeito interessante de ser feliz.

Felicidades responsáveis. Gestos que nos ajudam a reconstruir a vida, diminuir as distâncias, promovendo encontros.

Felicidades partilhadas.

Perceber que belezas superiores insistem em se esconderem em belezas menores, pouco atraentes.

Felicidades sem aviso. Reencontros inesperados, presente que se recebe sem razão, comemorações sem datas especiais.

Pequenos gestos que fazem a diferença na soma de tudo. Vida, acontecimentos, comemorações que acontecem sem motivos, só por reconhecer o que nela é único.

No mais, a felicidade acontece isso é o mais importante:

 

É possível ser feliz.

 

Deixe uma resposta