Pages Menu
Categories Menu

Publicado por - 13/08/2013

Curso grátis – Relacionamentos Lição 02.

DSC00016

 

A Necessidade de Existir e de se Relacionar 

 

Se pensarmos os relacionamentos  como algo a ser construído, carregado de experiências negativas e positivas, pode-se  encontrar no universo dessa trama uma linda história, como se a vida fosse um grande livro. Alguns autores vão dizer que a necessidade de existir, é a necessidade central das pessoas. Desde o seu nascimento, a criança é um “feixe de potencialidades” habitadas por um  grande potencial de vida.

 

“Temos inserido em nós a nossa identidade, nosso agir essencial, e a necessidade de crescimento pessoal.”

(Rochair, 2000)

 Por outro lado, o posicionamento  no mundo e nos relacionamentos  gera varias tensões e conflitos. Isso requer de cada  individuo a solução de problemas, e nos remete a contemporaneidade e seus desafios. Assim, algumas perguntas surgem, e como responde-las? 

 

O que impede de ter relacionamentos vitalizantes?

 

Os autores vão dizer que temos nossas relações de consanguinidade, são os relacionamentos provenientes do nosso parentesco com alguém, a base deste relacionamento é a força de sermos do mesmo sangue, da mesma família. Contudo, as relações são conflituosas. E a necessidade de questionar contínua.  

 

Como vivo esses relacionamentos?

 

Temos relações de amizade. Podemos falar de amizade, quando existe afeição sentida uma pela outra pessoa, quando há reciprocidade. No sentido habitual a palavra amigo é facilmente utilizada. Diante das varias situações do cotidiano  ouvimos algumas pessoas dizendo: “não tenho amigos”, “sou uma pessoa solitária”. Pode-se dizer, que o ciclo de relacionamentos quando se trata de nomear; amigos e amizades passa a ser uma tarefa complexa. 

 

Nesse sentido vale lembrar Rogers  na sua abordagem :

 

 “Aceitar-se a si mesmo é um  pré-requisito para uma aceitação mais fácil e genuína dos outros. “ 

 

Deixe uma resposta