Pages Menu
Categories Menu

Publicado por - 26/04/2017

Depressão. Será que tem haver com a emoção? com o intelecto? com a vontade? ou com a consciência.

Por que a depressão?

Será que tem haver com a emoção? com o intelecto? com a vontade? ou com a consciência.

Alguns autores apontam que  solidão e a depressão são os novos assassinos. De fato, estudos recentes mostraram que tanto um quanto o outro são mais prejudiciais à sua vida do que a obesidade ou o tabagismo. Descoberta assustadora, pois enquanto mais de 40 milhões de pessoas nos Estados Unidos receberam o diagnóstico de depressão, o número de pessoas que lidam (ou tentam lidar) com a depressão é desconhecido, e sentir-se sozinho é extremamente deprimente.

O mundo emocional é aquele por onde circulam o afeto, as sensações de alegria ou tristeza, insatisfações e a capacidade de se vincular ao mundo exterior, de sentir o outro e o ambiente.

Como poderíamos definir o intelecto? Podemos definir o intelecto como o mundo dos pensamentos? Associá-lo à cabeça, região do raciocínio,da lógica e da reflexão?

É através do pensamento que se pode fantasiar ou articular ideias e conceitos. Ele está ligado ao pensamento,as ideias e a teoria.

“Para sobreviver a um período difícil, quer você se sinta apenas só ou esteja deprimido e só, em primeiro lugar, deve admitir para você mesmo o que está sentindo. Negá-lo é parte do sofrimento, e, na maioria das vezes, ninguém quer admitir que está se sentindo para baixo. Entretanto, guardar todo o sofrimento para si pode causar problemas físicos também. As pessoas deprimidas em geral têm dificuldade para realizar uma atividade física, manter uma dieta equilibrada ou cuidar de si como as pessoas que não se sentem assim.”

A vontade. Autores comentam que ela não é simplesmente a ideia de querer ou não querer alguma coisa. A vontade, também chamada de volição, passa por aí, mas é mais que isso: “tem haver com impulsividade, e a perseverança.” A garra e a agressividade também tem a ver com estes conceitos da nossa alma.

“Se você está deprimido, é muito importante que receba um diagnóstico especializado, quer a causa da sua depressão seja bioquímica, quer decorra das circunstâncias mesmas de sua vida, como por exemplo a perda de um ente querido. Seu médico e seu psicoterapeuta (isso mesmo, vai precisar dos dois) deveriam trabalhar juntos para criar um tratamento personalizado que funcione para você.”

Consciência. É aquela voz interior que soa com a nossa própria voz criticando nossos atos e os atos alheios, é aquela voz que denuncia, ocasionando um alarme dentro de nós: é aquela voz que aprova nossos atos corretos e agradáveis. É  a consciência que desperta as culpas e dispara o alarme dos riscos e perigos.

Auotoconhecimento é poder.

Se você não se acostumou a ficar deprimido, irá querer fazer alguma coisa a respeito. Pense na sua vida, nas vezes que se sentiu feliz.

As pessoas mudam continuamente.

Talvez você tenha sofrido um trauma ou uma experiência negativa, e precise de tempo para se recuperar. Qualquer que seja a causa, nada mudará para melhor se você não tomar as iniciativas necessárias para ajudar a si mesmo.

Busque se conhecer.

 

Deixe uma resposta