Pages Menu
Categories Menu

Publicado por - 5/07/2017

Psicologia uma grande profissão.

 A Psicologia é uma ciência fascinante com muitas contribuições sobre vários aspectos da nossa vida. Assim, a primeira vista pode parecer muito difícil e assustador entender tudo o que a Psicologia pode oferecer, já que a Psicologia engloba muitos tópicos diferentes e complexos.

A Psicologia  uma ciência e uma profissão

 Quando se fala em Psicologia é preciso entender que nos referimos ao mesmo tempo a uma ciência e a uma profissão.

A Psicologia é uma área de estudos científicos que na qual se estuda a mente e o comportamento. Essa ciência norteia a profissão do Psicólogo.

Os Psicólogos usam os conhecimentos da Psicologia para melhorar a vida das pessoas em aspectos como saúde, educação, trabalho e família.

 Psicologia é, sobretudo, o estudo da mente e do comportamento.

 Embora você possa encontrar diferentes definições sobre o que é Psicologia e qual seu objeto de estudos, na Psicologia se propõe estudar, sob diferentes perspectivas, como as pessoas (e também os animais) pensam, sentem e se comportam sozinhas e nas relações com os demais membros da sociedade.  Assim, a Psicologia é, sobretudo, o estudo da mente e dos comportamentos.

Os psicólogos têm diversos interesses e realizam muitos estudos diferentes, algumas das questões estudadas por psicólogos são: como as crianças aprendem; porque as pessoas se lembram mais de fatos que foram acompanhados por fortes emoções; como as pessoas fazem escolhas, porque algumas pessoas são mais extrovertidas e outras mais introvertidas, e etc.

Psicologia é uma ciência e utiliza métodos científicos.

 psychologyÉ preciso deixar bem claro que a Psicologia é uma ciência e, portanto, o conhecimento produzido na Psicologia é obtido com base no método científico. Muitas pessoas confundem Psicologia com outros tipos de conhecimentos que também são importantes, mas não são científicos, mas é preciso entender que a Psicologia é sim uma ciência.

Os psicólogos utilizam diferentes técnicas para conduzir seus estudos sobre a mente e o comportamento, tais como observação naturalística, experimentos, estudos de caso, entrevistas e questionários.

A Psicologia tem muitas abordagens e subcampos diferentes.

 Não existe só um caminho possível em Psicologia, todos os fenômenos podem ser vistos de diferentes perspectivas. Essas várias perspectivas permitiram a construção de diferentes teorias em Psicologia que são usadas nas mais diversas facetas da nossa vida.

Muitas vezes é possível ouvir o termo “Psicologias” para ressaltar essa multiplicidade de teorias e abordagens na Psicologia. No entanto, isso é um erro, na verdade só existe uma Psicologia com várias abordagens teóricas e diferentes áreas de atuação ou subcampos.

Alguns exemplos de abordagens teóricas são: Psicologia Cognitiva, Psicologia Sócio-histórica (histórico-cultural), Psicologia Comportamental (behaviorista), Psicologia Psicodinâmica (psicanálise), Psicologia Fenomenológica, Gestalt etc.

Exemplos de áreas de atuação incluem: Psicologia Escolar, Psicologia Clínica, Psicologia Comunitária, Psicologia Hospitalar e Psicologia Social.

5. Psicologia não é apenas Psicoterapia.

 Quando se ouve falar em Psicologia muitas vezes a primeira coisa que pensamos é na abordagem Clínica e mais especificamente na Clínica Psicanalítica, com a figura clássica do terapeuta e de um divã.

No entanto, essa é apenas uma das inúmeras possibilidades de atuação dos psicólogos.

Existem psicólogos que trabalham com a educação, psicólogos que trabalham em comunidades, psicólogos que trabalham em empresas, psicólogos jurídicos, psicólogos do esporte, psicólogos que trabalham em laboratórios.

Além disso, a própria psicoterapia, não se restringe a abordagem psicodinâmica (psicanalítica), existem outras abordagens como a cognitivo-comportamental, a abordagem centrada na pessoa e a gestalt-terapia.

 É muito comum pensar que a Psicologia estuda apenas o comportamento atípico (anormal), o comportamento inadequado, a “loucura”. No entanto, a psicologia estuda todo e qualquer comportamento.

A Psicologia têm contribuições não só para o tratamento de doenças mentais, mas também para a promoção e manutenção da saúde mental.

Uma das mais importantes áreas da Psicologia, por exemplo, é a Psicologia do Desenvolvimento Humano e esta se ocupa do estudo do desenvolvimento geral do seres humanos, tanto o normal quanto o patológico.

Mais recentemente, por exemplo, uma nova área da Psicologia tem conquistado cada vez mais espaço, trata-se da chamada Psicologia Positiva. O foco da psicologia positiva é no crescimento pessoal, em vez do estudo das patologias (doenças), como é comum entre outros quadros dentro do campo da psicologia. Nesta área se estudam o papel dos sentimentos positivos, de pontos fortes, virtudes, talentos, felicidade, bem como as formas que estes podem ser promovidos por sistemas e instituições sociais.

 A Psicologia está em todos os lugares

 Como muitos associam Psicologia à saúde mental ou a algo muito difícil, comumente as pessoas podem pensar que a Psicologia se restringe aos consultórios ou faculdades de Psicologia. No entanto, a Psicologia está em todos os lugares, desde a formulação de métodos de ensino mais eficazes baseados em psicologia da aprendizagem até na organização dos produtos em supermercados e a elaboração de comerciais de produtos que se baseiam em psicologia do marketing.

Outros temas da Psicologia também são conhecidos por todos, como por exemplo identificar sentimentos dos outros e saber como as crianças se desenvolvem. A grande diferença entre esses saberes populares, também chamados de Psicologia do senso comum é que os Psicólogos estudam cientificamente esses conhecimentos. Ao produzir conhecimentos científicos os psicólogos podem ajudar as pessoas de modo mais eficiente, por exemplo sabendo exatamente o que se esperar em cada fase do desenvolvimento das crianças e como ajudar as crianças a atingirem todo seu potencial e melhorar seu desenvolvimento.

Psicólogos objetivam  descrever, explicar, predizer e modificar comportamentos.

 Como a Psicologia é uma ciência e se utiliza do método científicos, os psicólogos realizam parte de seus estudos observando e descrevendo comportamentos e pensamentos o que possibilita explicar o porque esses comportamentos e pensamentos ocorrem.

As explicações formuladas pelos psicólogos são reunidas em teorias que possibilitam predizer comportamentos e entender como modificá-los para melhorar a vida dos indivíduos e da sociedade como um todo.

Na graduação em Psicologia, os estudantes de psicologia entram em aprendem essas diversas teorias e também aprendem métodos básicos de pesquisa. No mestrado e doutorado os psicólogos aprendem mais sobre essas teorias e métodos de pesquisa e passam também a produzir novas teorias e reformular teorias antigas.

 A Psicologia oferece muitas possibilidades de carreiras.

 Se você pretende fazer uma faculdade de Psicologia irá se surpreender com a variedade de carreiras possíveis. Você encontrará psicólogos em praticamente todos os lugares em que existam pessoas.

Psicólogos podem trabalhar nas mais diversas áreas desde escolas e hospitais até grandes empresas, comunidades, ONGs, no governo, nas forças armadas, em departamentos de trânsito e no planejamento de políticas públicas.

Psicólogos podem ser profissionais autônomos ou trabalhar para alguma empresa e seguir uma carreira tradicional. Eles também podem ser professores de psicologia nos diferentes segmentos educacionais, mas comumente no ensino superior lecionando para futuros psicólogos e pessoas que tenham profissões em que a Psicologia é necessária como em cursos de formação de professores, administradores, marketing e etc.

Psicólogos exploram questões básicas e aplicadas.

 ratoAs vezes pode parecer difícil de entender algumas das questões básicas que psicólogos estudam, por parecerem muito distantes da nossa realidade cotidiana. Porém, psicólogos teóricos precisam estudar questões muito pontuais como, por exemplo, investigar como a intensidade da luminosidade pode afetar a percepção de cores. Resultados de pesquisas como essa podem servir para formular teorias mais aplicadas e orientar questões importantes, como por exemplo, orientar o porquê o vermelho, verde e amarelo são as melhores cores para serem usadas em semáforos, já que o vermelho pode ser visto em distâncias maiores.

A Psicologia aplicada, portanto, se vale dos conhecimentos básicos produzidos em Psicologia para resolver problemas práticos nas mais diferentes facetas da nossa vida.

Fonte: ww.psicologiaexplica.com.br

Deixe uma resposta